" Cada pessoa se alimenta do que lê, do que escuta, do que vê, de tudo que recebe do mundo e incorpora a si, assim como absorve um perfume. E se torna um pouco daquilo que fala, que ouve e toca. Se suas idéias e pensamentos são partes construtivas do seu ser, cada um doa seus conteúdos ao mundo ao expressá-los através de suas palavras e gestos ".

I Ching --- Livro : Medicina Integrativa - A cura pelo equilíbrio - Paulo de Tarso Lima.



domingo, 27 de setembro de 2009

SEM LIMITES

A partir desta segunda-feira, 27, o JORNAL DA NOITE exibe a série especial “SEM LIMITES”. São 30 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência. É toda Austrália, ou 2 vezes a população de Portugal...

A série aborda alguns dos principais assuntos de pessoas que nasceram ou que adquiriram deficiências. Serão 4 capítulos. Doenças não cuidadas que causam cegueira, acidentes domésticos, de trânsito.
Segunda: Atitude (como interagir e perceber cegos, surdos ou cadeirantes)
Terça: Acesso (ruas, vagas de estacionamento e transporte público).

Quarta: Comunicação (equipamento desenvolvido em Curitiba que identifica as cores das roupas, cardápios e a magia do Braile). QUINTA: Educação (estímulos e apoio secundário a escolas regulares)

Tenho certeza que você vai compreender melhor e enxerga-los. "TEM COISAS QUE A GENTE SÓ ESCUTA VENDO”.

Assista e se inspire, ou visite o site Bandnewstv.com.br e veja outra versão do vídeo( a série também ficará hospedada no portal ).

http://bandnewstv.band.com.br/conteudo.asp?ID=192927&CNL=20


video


Para saber mais sobre o assunto sugiro 2 livros que nos deram asas :

“Feche os olhos para ver melhor” – Os limites dos sentidos e os sentidos dos limites, do músico Sergio Sá.

Questão de limites
Limites são medidas subjetivas, fruto de nosso próprio julgamento.
Limitações seriam imposições objetivas, impedimentos com os quais temos de lidar independentemente dos critérios que aplicamos sobre nós mesmos.
Limitações geram limites, mas a recíproca nem sempre é verdadeira.

“ Vai encarar ? A nação quase invisível de pessoas com deficiência", de Claudia Matarazzo com consultoria de Mara Gabrilli

EM TEMPO: Eu não teria feito esse trabalho sem a dedicação de Pedro Mota, meu querido e atencioso editor, que abraçou os personagens e a causa. E do apoio da nossa amada diretora Vanessa Kalil que nos incentivou a cada limite imposto.

E meu muitíssimo obrigada a Sueli Marques, nossa valente pauteira que descobriu todos os personagens desta série, a todos os cinegrafistas que participaram de 1 mês de produção : Nivaldo Lima, André Zoratto, Josenildo Tavares, Anísio Moraes Cesar Bartanha, Cleber Kanay/Celso de Marqui, ao editor Sergio Pazotto e ao Allan Fonseca que fez nossas artes !

Um comentário:

Mr. Lemos disse...

Pra não deixar esquecer: eu sou seu fã!

Gosto de ver o caminho bom que suas pautas têm seguido...